Os novos trabalhos que marcam o século

Por Alana Santos

As novas alternativas de trabalho do século XXI são diversas e criam possibilidades renovadas face aos empregos convencionais. Conheça, neste post, alguns dos novos trabalhos que já marcam o nosso século.

As mudanças que a tecnologia operou no mundo, ao longo de um processo evolutivo visivelmente rápido, fizeram com que todas os componentes da vida humana se alterassem também e com igual rapidez.

A forma como são procuradas as estruturas de lazer e a maneira como nos comunicamos foram algumas das mudanças que sucederam de forma visível. Da mesma forma, a facilidade com a qual podemos viajar e, em apenas algumas horas, atravessar o mundo, também mudou a nossa forma de fazer turismo e todo o modo como o comércio internacional opera.

Além disto, os empregos mais convencionais permaneceram, como também surgiram novas variantes dos mesmo – digitalizadas ou facilitadas por meios digitais –  e, além destas, surgiram ainda outras, que se tornaram cada vez mais comuns.

Os meios tecnológicos apareceram, assim, como potenciadores de novas oportunidades, permitindo que se criassem novos sonhos, novas ideias e novas formas de trabalho. Hoje, muitos destes trabalhos ocupam a mente dos jovens e dos mais empreendedoras, permitindo formas de vida radicalmente diferentes às que viveram nossos avós e até nossos pais.

Leia mais para ficar por dentro de alguns dos novos trabalhos que começam a se tornar comuns em pleno século XXI.

Éxito, Mujer De Negocios, Carrera, Salto, Riesgo

1. Gestor de comércio eletrônico

Muitos empreendedores estão se voltando para o mundo digital e apostando fortemente no e-commerce, acreditando que essa é uma boa forma de desenvolver uma carreira e de obter o sucesso.

A venda de produtos na Internet é algo que está se tornando mais comum, não apenas porque existe um aumento no número de espaços comerciais digitais mas porque o próprio consumo está se adaptando às tendências e ficando cada vez mais virtual.

Esse trabalho exige algumas preocupações, muitas horas de esforço e uma grande atenção às tendências, já que começa a se tratar de um mercado muito saturado e onde é complexo combater a concorrência.

2. Criador de conteúdos digitais

A criação de conteúdos para a web é algo que, hoje, é também um emprego. Aqui, integramos várias profissões, incluindo bloggers, influencers de redes sociais ou youtubers.

Esse trabalho é um dos que os jovens mais ambicionam e se trata da criação de conteúdos para as diversas redes, sob a forma de podcast, vídeo ou texto, podendo esses ficheiros abranger várias temáticas, de acordo com os gostos e as competências de cada criador de conteúdo.

Muitos criadores de conteúdos digitais acabam ganhando notoriedade e até se transformando em celebridades, pela sua influência junto àqueles que seguem o seu trabalho e por ação das marcas que os patrocinam.

3. Técnicos de saúde ambiental

Uma nova profissão, menos virtual mas bem ancorada nas preocupações de um mundo digital, é a dos técnicos de saúde ambiental.

Esses técnicos são especializados no meio ambiente e nos cuidados essenciais que devem ser considerados em todo o processo de um produto, desde a sua matéria prima e até chegar em nossas mãos. A intenção é que todos os produtos sejam seguros e tão sustentáveis quanto possível.

Vale a pena salientar que as preocupações ambientais geradas por notícias como o degelo dos glaciares ou o aumento da ilha de lixo estão na base da intenção ecológica que leva muitos a optar por essa via profissional.

4. Criador e jogador de videogames

Há apenas alguns anos, embora já existissem criadores de videogames, não teríamos imaginado que ser jogador pudesse ser um trabalho.

O mundo, de fato, mudou. Hoje, jogar videogames é uma profissão para algumas pessoas que, sendo conhecidas como gamers, usam as redes para partilhar seus jogos e dar dicas para os restantes usuários.
Entre os jogos famosos encontramos exemplos como o Minecraft ou o World of Warcraft; sendo que vários jogos de RPG e de MMORPG fazem parte do nosso imaginário.

As convenções e torneios dos jogos são também uma fonte de rendimento para muitos gamers, sendo que se espera que, no futuro, com o desenvolvimento das tecnologias de realidade aumentada, essa profissão se torne ainda mais atrativa e viável para os jogadores de videogames.

5. Escritores digitais

A escrita digital é promovida em diversas plataformas web, sendo que, cada vez mais, para atingir públicos, é necessária a criação de artigos relevantes e que cumpram regras bem específicas, tais como as regras de SEO (Search Engine Optimizer).

Esses escritores costumam trabalhar a partir de casa e trabalhar em conteúdos de qualidade, que cumpram regras específicas para o lançamento de sites e o seu bom posicionamento na rede de pesquisas digitais.

Além das plataformas para o efeito, esse é um trabalho que muitas pessoas também estão fazendo como freelancers. Aos produtores textuais se chama também de copywriters.

Alguns escritores unem ainda essa variante de seu trabalho com trabalhos enquanto escritor fantasma.

  •  
  •  
  •  
  •