Roda do Twitter: Rede social libera funcionalidade para todos os usuários

Por Alana Santos

Tweetar para todo mundo é legal, mas às vezes você só quer falar com quem é mais próximo ou para um público específico. E é por isso que criamos a Roda do Twitter, uma nova maneira de conversar só com os seletos.

Com o novo recurso, as pessoas têm a possibilidade de escolher quem pode ver e interagir com o seu conteúdo, tornando mais fácil ter conversas mais restritas e construir conexões mais próximas com seguidores selecionados. 

Os testes da Roda do Twitter foram iniciados em maio deste ano, e a resposta foi extremamente positiva. Então, a partir de hoje, estamos disponibilizando globalmente essa ferramenta tão sonhada e desejada, para iOS, Android e, também, no Twitter.com

Escolha quem fará parte da sua Roda do Twitter

Antes de postar no Twitter, você encontrará a opção de compartilhar seu Tweet com a sua Roda ou com todos os seus seguidores. Você pode adicionar até 150 pessoas na Roda do Twitter e editar esta lista a qualquer momento. Não se preocupe: as pessoas não recebem notificações quando essas mudanças são realizadas. 

Os Tweets postados para a sua Roda aparecerão com um selo verde logo abaixo, visível apenas para as pessoas selecionadas. Ninguém pode dar Retweet em Tweets feitos na Roda e todas as respostas são privadas, mesmo que a sua conta seja pública

Você pode encontrar mais informações sobre a Roda do Twitter aqui.

Personalizando a sua experiência no Twitter

Garantindo que todas as pessoas no Twitter tenham o controle das suas escolhas e possam decidir como e quando engajar nas conversas, e a Roda do Twitter é mais um passo importante nessa direção. 

Dar às pessoas a opção de dividir ideias com um grupo especial de seguidores ajuda a tornar o Tweet mais acessível, tanto para quem acaba de chegar ao Twitter quanto para quem já tem milhares de seguidores.

Desde o lançamento do recurso, as pessoas têm compartilhado como a Roda ajudou na hora de personalizar sua experiência no Twitter, incluindo:

  • Se sentir mais confortável para se expressar ao Tweetar
  • Não ter mais necessidade de criar contas alternativas ou secundárias
  • Compartilhar conteúdo com um grupo de amigos mais próximos
  • Não ter que alternar entre configurações de contas privadas e públicas 

Imagem de capa: Tecmundo.