GTA anuncia que vai ter um cassino

Por Alana Santos

O jogo Grand Theft Auto vai ter um cassino. A notícia foi anunciada de forma vaga e discreta através do Twitter da Rockstar, a empresa que desenvolve o jogo, mas foi o suficiente para criar um grande “buzz” na internet.

Para os gamers brasileiros, parece que essa vai ser mais uma possibilidade liberada de acessar jogos de cassino através da internet, mas neste caso direcionada a jovens e gamers em geral, e não apenas aos fãs de cassino online, cujo perfil de usuário é diferente (principalmente por ser de uma faixa etária superior).

Grande medida de marketing

De acordo com o jornal britânico Independent, o tuíte do anúncio havia sido compartilhado mais de 7000 vezes ao fim de poucas horas, junto com milhares de respostas de fãs celebrando a notícia.

Se a Rockstar estava procurando uma forma de gerar publicidade gratuita para seu GTA, renovando o interesse pelo jogo, sem dúvida que conseguiu. E a polêmica que a medida está gerando – e vai continuar gerando em um futuro próximo – vai seguramente garantir que nenhum “gamer” vai passar sem ouvir falar desse negócio.

De resto, se há algo em que GTA é especialista é em polêmicas, como não podia deixar de ser pelo próprio caráter do jogo. Recorde-se que, em 2010, uma liminar de um tribunal de Barieri/SP proibia a venda de “Grand Theft Auto IV”, versão ‘Episodes From Liberty City’ e a recolha dos exemplares vendidos.

Entretanto, a proibição se devia não por alguma reclamação de violência excessiva, mas sim porque a música “Bota o Dedinho pro Alto”, de Hamilton Lourenço, havia sido usada no jogo sem autorização.

E quanto à legalidade da situação?

A questão das loot boxes vem criando uma polêmica crescente em diversos países, especialmente desde que o governo da Bélgica lançou um apelo internacional – dirigido à União Europeia, à época – para que as funcionalidades fossem proibidas. Desde novembro de 2017, data deste apelo, que governos e autoridades de jogo em diversos países vêm se questionando sobre os efeitos das “loot crates” e se não estarão sendo desenvolvidos casos de dependência.

Diversos desenvolvimentos se deram desde essa época. Bélgica e Holanda proibiram as loot boxes, e vários jogos e versões foram retirados desses mercados. As autoridades de jogo de diversos países europeus e do estado de Washington, dos Estados Unidos, anunciaram estar trabalhando em conjunto para encontrar uma forma de proteger os usuários de abusos, e de uma forma concertada em todos esses mercados.

Se GTA vier realmente com um cassino online, com possibilidade de jogar com dinheiro real, isso será um passo ainda maior do que simplesmente ter loot boxes em que o jogador pode fazer suas microtransações para conseguir uma arma maior, um carro melhor ou outra funcionalidade mais avançada.

É quase certo que não será permitido na Bélgica e na Holanda; já no Brasil, sabendo do vazio legislativo sobre cassinos online baseados no exterior, seguramente não terá qualquer problema. Mas será necessário esperar por novos desenvolvimentos e ver se esse cassino de GTA não é só mesmo uma manobra de marketing.