circle-loader
Escrito por
74

Pelo menos umas vez em toda a sua carreira você deve ter encontrado aquele cliente que ficou pedindo inúmeras alterações, e no final das contas ele acabou escolhendo a primeira versão.

Sabemos que situações como essa são bem complicadas e tomam muito tempo de trabalho. Por isso separamos algumas dicas para você nunca mais sofrer com um grande volume de alterações. Confira:

Defina uma quantidade máxima de alterações.

É um erro comum profissionais da área de comunicação não estabelecerem uma quantia limitada em alterações vindas do cliente. Saiba que essa prática é algo perfeitamente normal antes de fechar qualquer negócio. Além de limitar problemas futuros, isso faz com que as alterações do cliente sejam mais realistas e justas.

 

Não confunda alteração com refação

Outro erro muito comum é a confusão entre alteração e refação, e isso pode gerar muitos conflitos no projeto. Alteração é um simples ajuste que você faz em algo que está certo. Geralmente é uma troca de cor, fonte ou o posicionamento de algo no layout.

Porém, quando o cliente começa pedindo muitas “alterações” até que o projeto nem se pareça mais com o original, isso se torna uma refação e deve ser cobrado como um serviço à parte do orçado inicialmente.

 

Não feche nenhum negócio sem um contrato

É muito importante deixar o acordo registrado por e-mail ou contrato, para que futuramente não exista confusão ou dúvida sobre o projeto.

Por isso nós sempre recomendamos que seja feito um contrato, bem elaborado, contendo tudo o que será feito no ato na contratação. Não é algo rude fazer querer documentar um job, muito pelo contrário. É uma segurança extra até mesmo para o próprio cliente.

Imagine que o combinado foi “x”, mas ficou faltando “y” no projeto entregue. Ao apontar esse erro pode ser que você não se lembre com perfeição de todos os detalhes acordados e tendo um contrato, o cliente tem a segurança de te cobrar isso sem que isso custe a mais para ele.

Para você criar contratos com rapidez e segurança, aconselhamos você dar uma olhada na plataforma do FreelaDoc. Ele é um software que gera contratos em .PDF com modelos prontos para serem usados de forma jurídica. É fácil e simples, sem precisar perder tempo editando aquele arquivo .doc que você odeia.

Para mais informações acesse: freeladoc.com