Warner lançará todos seus novos filmes simultaneamente na HBO Max e nos cinemas

Por Alana Santos

A Warner anunciou que estará lançando cada um de seus filmes em 2021 simultaneamente na HBO Max e nos cinemas.

Apesar de parecer algo relativamente simples, existem algumas limitações para o novo modelo de negócios. Os filmes só serão transmitidos na HBO Max por um mês antes de deixar a plataforma por um período de tempo.

Além disso, eles também precisam ir para os cinemas simultaneamente, mantendo um relacionamento com distribuidoras de cinemas como AMC e Regal. O plano da Warner é fazer esse experimento por um ano.

Os filmes que a Warner Bros. está planejando lançar incluem: The Little Things, Judas and the Black Messiah, Tom e Jerry, Godzilla vs. Kong, Mortal Kombat, Aqueles que me desejam a morte, The Conjuring: The Devil Made Me Do It , In The Heights, Space Jam: A New Legacy, The Suicide Squad, Reminiscence, Malignant, Dune, The Many Saints of Newark, King Richard, Cry Macho e Matrix 4.

Esses títulos podem mudar dependendo dos atrasos. Todos os filmes serão lançados na HBO Max em 4K Ultra HD e HDR.

Estamos vivendo em tempos sem precedentes que exigem soluções criativas, incluindo esta nova iniciativa para o Warner Bros. Pictures Group“, disse a CEO da Warner Bros., Ann Sarnoff. “Ninguém quer os filmes de volta as grandes telas mais do que nós. Sabemos que o novo conteúdo é a força vital da exibição teatral, mas temos que equilibrar isso com a realidade de que a maioria dos cinemas nos EUA provavelmente operará com capacidade reduzida ao longo de 2021“, completou.

É uma decisão simples para a Warner Bros., WarnerMedia e a empresa controladora AT&T. Os executivos não tentaram esconder a importância da HBO Max para o futuro dos negócios.

A Warner Bros. tentou lançar um filme nos cinemas durante a pandemia – Tenet – e o estúdio perdeu centenas de milhões de dólares. Esses fatores, além do ressurgimento de casos COVID-19 em todo o mundo que colocam em risco os próximos meses de qualquer atividade em grupo, apresentam a oportunidade perfeita para a WarnerMedia experimentar o formato.

A WarnerMedia não é a única empresa que está experimentando esse novo formato, vale lembrar que a Disney mudou Hamilton, Artemis Fowl e Soul para seu streaming. e também lançou Mulan exclusivamente na Disney+ por US $ 30 em setembro.

O CEO da Disney, Bob Chapek, disse a analistas na recente ligação da empresa no quarto trimestre que, apesar da reação negativa que o filme recebeu, ele teve um bom desempenho (nenhum número foi fornecido) e apresentou aos executivos da Disney que uma estratégia Premier Access poderia funcionar. A Disney provavelmente continuará a transferir certos títulos para a Disney+ como exclusivos, mas também pode decidir espelhar o que a Warner Bros. está fazendo e lançar filmes nos cinemas ao mesmo tempo.

Uma das grandes questões que esse tipo de lançamento levanta é o que acontece com os cinemas? 2020 foi um dos anos mais devastadores para a indústria e agora, é mais difícil do que nunca convencer as pessoas a arriscar suas vidas em um cinema quando os estúdios estão disponibilizando filmes para eles assistirem em casa.

  •  
  •  
  •  
  •