iStock lança as tendências visuais de 2021 para apoiar um melhor envolvimento dos clientes

Por Alana Santos

iStock, uma fonte líder global de conteúdo visual, lançou suas principais tendências de comunicação visual para ajudar as pequenas e médias empresas a planejar melhor sua marca e marketing de desempenho para 2021.

Especialistas de toda a iStock identificaram as principais tendências que irão repercutir nos consumidores após um ano fora do usual; dos principais eventos políticos, o impacto da COVID-19, os efeitos das mudanças climáticas, até as mudanças sociais.

As principais tendências apontadas pelos especialistas da iStock são:

  1. Representações responsáveis de sustentabilidade

Na pesquisa global da iStock realizada com os consumidores, o Visual GPS, no início deste ano, 81% dos entrevistados disseram esperar que as empresas fossem ambientalmente conscientes em todas as suas comunicações publicitárias e metade dos entrevistados revelou que só compram produtos de marcas que tentam ser ecologicamente corretas.

Dra. Rebecca Swift, diretora Global de Insights Criativos da iStock aponta: “Com o resultado da eleição americana, parece que a sustentabilidade estará no topo da agenda em 2021. As empresas devem procurar imagens, vídeos e ilustrações que expressem seu compromisso com as questões de sustentabilidade e visualizar as ações concretas que seus clientes podem realizar para pavimentar o caminho para um futuro melhor e mais sustentável. ”

  1. Represente seus clientes de forma precisa e inclusiva

A representação é a chave, com 80% dos consumidores no estudo Visual GPS dizendo que não é suficiente para as marcas apresentarem pessoas de diversas origens na publicidade; eles esperam ver representações autênticas de diferentes culturas e estilos de vida.

Dr. Swift explica: “Nossos dados e pesquisas nos dizem que, além da responsabilidade moral das empresas de fazerem a coisa certa, há um claro apetite dos consumidores para contar, ouvir e ver histórias inclusivas. Acesse https://www.istockphoto.com/diversity para obter ideias e, pelo menos, tente usar imagens que retratem grupos diferentes dentro das comunidades – com idades, gêneros ou habilidades diferentes – isso promoverá uma conexão maior entre você e seu consumidor.

  1. Esquemas de cores suaves

Depois de um ano estressante, uma tendência de cores suaves e reconfortantes já está surgindo. Os tons são mais quentes e as paletas são balanceadas e silenciosas para comunicar a calma. 

Peter Noah, diretor de marketing e criação de marca da iStock explica: “A visualização de dados e gráficos continuarão a ser importantes, mas os consumidores estão procurando uma clareza tranquilizadora, então cores planas, formas simples e estilo de tipo direto serão mais eficazes à medida que avançamos para o novo ano.”

  1. Primeiro o social

Com os consumidores se socializando menos pessoalmente agora, a necessidade de permanecer conectado e acessar informações está impulsionando o envolvimento social mais forte do que nunca. Mas, com isso, a necessidade de as marcas refletirem a vida autêntica de seus consumidores é mais importante do que nunca. Sessenta por cento dos entrevistados na pesquisa Visual GPS disseram que preferem comprar de marcas que são fundadas por ou representam pessoas como eles.

Meredith McCracken, Vice-presidente, CRM e Marketing de Vendas da iStock explica: “As empresas devem pensar primeiro no social ao se comunicar com seu público, mas a autenticidade será a chave para construir uma conexão entre os canais digitais. Já houve uma evolução no sentido de incorporar mais autenticidade no tom, cópia e imagens no marketing, mas essa necessidade se tornou cada vez mais importante durante esta pandemia, e particularmente quando se trata de mídia social, onde as pessoas se envolvem com as marcas em seus feeds pessoais.”

  1. O vídeo está crescendo

Os consumidores estão assistindo a mais vídeos do que nunca, e a maioria desses vídeos é vista nas redes sociais. Marcas que representam pessoas reais em ambientes autênticos em formatos de vídeo farão melhores conexões com seu público.

Alwyn Gosford, Diretor sênior de arte em vídeo da iStock, explica: “As marcas devem criar vídeos com o consumo de mídia social em mente – formatos verticais, que são mais facilmente visualizados em telefones celulares, funcionam melhor. Legendas ou gráficos são importantes, pois os vídeos sociais são frequentemente vistos sem som, e a brevidade é fundamental – vários vídeos de 30-60 segundos serão mais eficazes do que um vídeo de mais de dois minutos.”

Aproximadamente um terço (33%) dos entrevistados da pesquisa Visual GPS da iStock boicotou uma marca que foi contra seus valores nos últimos dois anos. Com as mudanças sísmicas no cenário do consumidor em 2020, é mais importante do que nunca que as empresas façam pesquisas para entender o que os consumidores esperam e usem os recursos visuais certos para se conectar com seu público.

Encontre mais informações sobre o Visual GPS aqui.

  •  
  •  
  •  
  •