Instagram nega boatos sobre espionagem pela câmera frontal

Por Alana Santos

Nos últimos dias as redes sociais foram tomada pelo boato que o Instagram iria acompanhar a reação dos usuários da plataforma através da câmera frontal.

A notícia começou após a atualização dos termos de uso do Instagram. Desde novembro, a rede social vem avisando sobre a mudança, que inclui a permissão do uso da câmera frontal para execução de filtros e a análise dos recursos usados na plataforma, como boomerang e reels. Porém, não há nada nos termos que fale sobre o uso das câmeras sem uma ação feita pelo próprio usuário.

Apesar disso, muitos foram levados pela Fake News e até mesmo a cantora Madonna publicou um vídeo afirmando que “Mark Zuckerberg pode espionar você e sua família”, entre outras teorias de conspiração.

A empresa se manifestou pelo Twitter, esclarecendo alguns pontos da atualização dos termos de uso, para tentar acabar com o boato. Confira:

Parece que a atualização de nossos termos está causando alguma confusão – existem alegações de que nossas políticas estão sendo alteradas para nos permitir espionar as pessoas, mas isso não é verdade. Estamos apenas fazendo alterações para ajudar a explicar nossos termos de forma mais clara e manter nossa comunidade informada“, informou.

A rede social afirmou não implementou nenhum recurso que monitore os usuários pela câmera frontal do aparelho.

Fonte/Créditos: Leia Já.

  •  
  •  
  •  
  •