Como estratégia da Fifa, streamer Casimiro transmite a Copa do Mundo

Por Alana Santos

Nos últimos anos, a Fifa recuperou os direitos digitais de transmissão, que correspondem à internet e mobile, da Copa do Mundo do Qatar após realizar um acordo com a Rede Globo. 

Anteriormente, a emissora carioca tinha a exclusividade deste nicho no Brasil, mas acabou abrindo mão por conta de uma mudança financeira no contrato. Dessa forma, recentemente foi anunciado que o streamer Casimiro Miguel será o responsável por conduzir as transmissões dos jogos da Copa do Mundo do Qatar em seu canal na Twitch, e o melhor, gratuitamente. 

Inicialmente, a Fifa tinha a intenção de vender o produto para os grandes serviços de streaming da atualidade, como a HBO, Star+, Amazon Prime, Grupo Paramount, entre outros. No entanto, havia uma pedra no meio do caminho, já que apesar de ter cedido a exclusividade sobre os direitos digitais de transmissão, a Globo continua com a exclusividade de transmissão do Mundial na TV aberta e fechada. Além disso, a emissora poderá exibir os 64 jogos do torneio através do Globo.com e Globoplay, também de forma gratuita.

Com isso, não faria sentido para as gigantes do streaming investirem milhões de dólares para concorrer com um produto que estaria sendo disponibilizado gratuitamente no Brasil. Por conta disso, a Fifa junto a LiveMode resolveram colocar o streaming Casimiro Miguel à frente das transmissões na internet. Além disso, foi revelado que as exibições contarão com um repórter in loco, o colunista do UOL e ex-global André Hernan. 

Para a Fifa, essa medida faz total sentido, já que não passará de um teste para entidade saber como se sairá uma transmissão da Copa do Mundo através das redes sociais. Vale ressaltar que, no início deste ano, a entidade lançou o serviço de streaming Fifa+, que não poderá exibir jogos do torneio por questões comerciais, já que a Fifa negociou os direitos de transmissão para 233 territórios. 

Polêmica na convocação

Nesta segunda-feira (07), foi finalmente revelado pelo técnico Tite os 26 convocados que defenderão a seleção brasileira na Copa do Mundo do Qatar. Com a revelação, os brasileiros devem ficar ainda mais animados para o pontapé inicial do Mundial, não só para acompanhar a competição pela tela da TV, celular ou computador, mas também para arriscar alguns palpites no torneio. Principalmente se tirarem proveito das informações presentes no sitedeapostasonline.net, que lista casas de apostas com bônus, plataformas nas quais o usuário pode realizar seus pitacos no torneio da sua preferência, tendo acesso a promoções exclusivas e até prognósticos para a Copa do Mundo. 

A lista de convocados de Tite foi considerada ótima por boa parte da imprensa especializada e também os torcedores – no entanto, a chamada de um jogador específico não agradou praticamente ninguém. Estamos falando de Daniel Alves, que não atua em uma partida de futebol profissional desde setembro e fez uma temporada pífia no Pumas, do México. “Um acréscimo na parte técnica e tática. A qualidade técnica e individual que o Dani Alves empresta neste quesito de criação é impressionante, para ser um organizador, um articulador. Não temos nele um jogador de 60, 70 metros de ida e volta. Esta é a função dele, fora outras virtudes. Como capitão (o César Sampaio) pode falar,” afirmou Tite numa tentativa de justificar a convocação do lateral de 39 anos.

Em relação ao número elevado de atacantes convocados, 9 no total, Tite afirmou que ele junto a comissão técnica priorizaram atletas do meio para frente, criando assim uma alta versatilidade no ataque, mas ainda assim mantendo o time equilibrado. Segundo o técnico, para vencer competições de alto nível, é necessária a criação bem feita e gols – associado a isso, a abundância de atacantes brasileiros vivendo um bom momento gerou suas convocações.

Foto/Capa: Divulgação.