Botão de denúncia do Magalu fará ligação direta com o Ministério da Mulher

Por Alana Santos

O Magalu anunciou nesta semana uma nova versão de seu botão de denúncia de casos de violência contra a mulher.

Agora, além de dar acesso ao Ligue 180, o botão no aplicativo do Magalu oferecerá acesso direto via chat ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, onde é possível realizar uma denúncia online.

Além disso, o design da página de denúncia também foi alterado. Ela foi redesenhada para se parecer com a tela de carrinho de compras do aplicativo, garantindo assim a discrição na hora da denúncia.

Na última semana, a Lu, influenciadora virtual do Magalu, utilizou as redes sociais da marca para lembrar da funcionalidade e chamar atenção para o aumento dos casos de violência contra a mulher.

O botão de denúncia do Magalu ajuda a disseminar informação sobre um serviço público essencial que é uma grande conquista para as mulheres, o Ligue 180“, comentou Ana Luiza Herzog, gerente de reputação e sustentabilidade da empresa.

Nosso objetivo, com essa nova versão, é fortalecer a divulgação dos canais de apoio existentes e aumentar a eficiência da ferramenta e a segurança das mulheres que querem denunciar seus agressores“, completa.

Para redesenhar a funcionalidade, profissionais das áreas de tecnologia, sustentabilidade e marketing do Magalu colheram opiniões de um conselho curador de mulheres que atuam na causa.

A violência doméstica contra a mulher cresceu com o isolamento social imposto pela pandemia. Segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, nos meses de março e abril, as denúncias cresceram cerca de 18% e 38%, respectivamente, na comparação com os mesmos meses do ano passado.

Subimos uma versão rápida utilizando nossa tecnologia embarcada no superapp, sem necessidade de atualização do aplicativo“, afirma Daniel Cassiano, diretor de tecnologia do Luizalabs. “Estimamos que num prazo de oito a dez dias todos os usuários terão seus aplicativos atualizados com a nova versão“, continua.

Nos próximos dias a funcionalidade já deve estar disponível para todos.