Presidente censura campanha publicitária de um Banco focada em diversidade

  Fillipe Luis abril 26, 2019 às 9:50h

Lançada em 31 de março, a campanha do Banco do Brasil que convidava o público a abrir uma conta pelo app da instituição, foi tirada do ar a pedido do presidente Jair Bolsonaro.

Após assistir o comercial na TV, Bolsonaro entrou em contato com Rubem Novaes, presidente do banco, para discutir a remoção da campanha.

O descontentamento do presidente da república com a campanha causou ainda a exoneração do diretor de comunicação e marketing do Banco do Brasil, Delano Valentim, responsável pela aprovação das peças publicitárias.

“O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio”, disse Novaes ao blog do jornalista Lauro Jardim, de O Globo.

Criada pela WMcCann, a campanha também incluiu ações para o digital com influenciadores como Hugo Gloss e Cellbit, e previa ainda uma esquete do Porta dos Fundos, “Manda foto, Bebê”.

Veja, a seguir, o filme tirado do ar:

Confira mais artigos sobre Marketing.