Facebook pode ser obrigado a vender Instagram e WhatsApp

Por Fillipe Luis

De acordo com uma nova decisão da Justiça norte-americana, que acusa a Meta (Facebook) de adquirir o Instagram e WhatsApp de forma ilegal e por manter um monopólio, a empresa liderada por Mark Zuckerberg pode ser obrigada a vender essas duas plataformas.

Em outubro do ano passado, a Meta tinha apelado ao tribunal norte-americano para que a queixa da FTC (Federal Trade Commission) não fosse considerada, defendendo que os argumentos apresentados não tinham suporte factual e que a entidade não tinha conseguido provar de forma plausível que a empresa agiu ilegalmente. Com a nova decisão do tribunal, o apelo foi negado e o processo continua em andamento.

O processo contra as práticas da Meta poderá avançar, mas a FTC terá de voltar a apresentar mais provas para poder obrigar a empresa a vender as plataformas.

Em declarações ao The Washington Post, Chris Sgro, porta-voz da Meta, afirma que a empresa acredita que as futuras provas apresentadas irão demonstrar a fraqueza dos seus próprios argumentos.

Os nossos investimentos no Instagram e no WhatsApp transformaram as plataformas naquilo que são hoje”, enfatiza o porta-voz.