Escritório de design cria contrato “sincerão”

Por Alana Santos

Quem nunca teve que lidar com clientes chatos que atire a primeira pedra. Recentemente um escritório de design de Chicago chamado Segura, resolveu criar um contrato que foge totalmente dos padrões conhecidos.

Ao invés de utilizar termos legais e jargões complicados, a agência desenvolveu um contrato “sincerão” e que vai direto ao ponto, dizendo ao cliente exatamente o que ele pode esperar ao contratá-los. Confira a tradução na íntegra do contrato:

“Você me paga, eu crio.
Eu começo quando o cheque for compensado.
Tempo é dinheiro. Mais tempo é mais dinheiro.
Eu escuto você. Você me escuta.
Você me diz o que quer, eu digo o que você precisa.
Você quer que eu seja pontual, eu quero que você seja pontual.
O que você usa é seu, o que você não usa é meu.
Eu não posso dar a você coisas que não são minhas.
Eu vou tentar não ser um pé no saco, você deve fazer o mesmo.
Se você quer algo que já foi feito antes, use aquilo.

PRO BONO
Se você quer do seu jeito, você tem que pagar.
Se você não paga, eu tenho a palavra final.

Vamos criar algo grande juntos.”

Além do contrato a empresa também criou dois layouts de cartões de visita seguindo o mesmo estilo.

“É difícil trabalhar comigo. Eu sou crítico. Eu sou teimoso. Eu sou seletivo. Eu sou difícil. Eu sou criterioso”

Gostou? Você teria coragem de enviar algum desses para seus clientes? Deixe sua opinião nos comentários.