circle-loader
Escrito por
111

Orçar um job é um dos problemas mais comuns no início de carreira para você que é freelancer. Saber apresentar um valor justo, sem estar acima nem abaixo da concorrência não é algo fácil.

Todo o projeto deve ser remunerado (não só pelo trabalho que irá ter) mas também pelos conhecimentos que serão necessários para alcançar o resultado desejado pelo cliente variando de job para job.

Um orçamento de design é um pouco generalizado, no entanto existem alguns pontos que estão bem definidos e o banco de imagens Fotolia, separou algumas dicas bem bacanas que eles consideram serem essenciais na hora de escolher o quanto cobrar, confira:

1 – Despesas

Se for necessário investir dinheiro no projeto, o valor gasto deve refletir no orçamento. Tente sempre fazer com que esse investimento seja possível de ser utilizado em outros jobs, como a aquisição de um banco de imagens como a Fotolia, pois deste modo você conseguirá dividir as despesas entre os clientes e o orçamento será mais baixo.

2 – Despesas em produtos diferentes

Não se esqueça de sempre levar em conta as despesas para viagens (combustível, desgaste do carro, transportes públicos), comunicação, papel, impressões, entre outros. Estas despesas, quando somadas, diminuem o lucro final caso não sejam adicionadas ao orçamento estabelecido.

3 – Urgência na entrega

É comum que alguns clientes apareçam com um pedido de um trabalho urgente. O que levaria duas semanas para ser finalizado, ele quer em dois dias, por exemplo. Neste caso, pense bem antes de aceitar, analise todos os trabalhos e clientes que tem e se não irá interferir em outros projetos. Caso seja possível de realizar o trabalho, adicione essa taxa urgência no orçamento.

4 – Conhecimentos necessários

Nunca se esqueça que um cliente tem que estar disposto a pagar o valor justo por um trabalho. Mostre confiança ao cliente e que é um profissional qualificado para o pedido. Lembre-se que você dedicou muito tempo estudando e se atualizando para conseguir desenvolver esse projeto e que isso deve ser levado em consideração na hora do orçamento.

5 – Analise o público alvo

Na maioria das vezes, o local onde você ou seu cliente trabalha, influencia o valor cobrado. Portanto, é importante analisar à concorrência e os clientes ou futuros clientes, verificando o poder de compra e se eles podem te pagar mais ou menos.

6 – Tempo

Como já dizia o ditado: tempo é dinheiro. Estipule um valor a cobrar por hora e o tempo estimado que irá gastar no projeto antes de criar o orçamento.

Poderá acontecer de algumas vezes, você trabalhar mais horas do que foi estipulado, no entanto, caso realize um excelente trabalho, pense que esse cliente ainda irá te procurar novamente e solicitar novos trabalhos, fazendo com que esse tempo gasto seja válido.

Gostou? Essas foram algumas dicas da galera da Fotolia para ajudar na hora de criar um orçamento. Deixe nos comentários quais tópicos vocês levam em consideração antes de cobrar de seus clientes.