Artistas se unem em ação para ajudar a levar oxigênio até Manaus

Por Alana Santos

A internet foi mobilizada com a situação em que se encontra Manaus, onde os cilindros de oxigênio acabaram deixando hospitais sem recursos e com pessoas morrendo.

Vendo o que estava acontecendo, diversos artistas decidiram se unir e mobilizaram uma ação nas redes sociais pedindo doações. O humorista Whindersson Nunes foi um dos primeiros a divulgar a compra de cilindros para hospitais em Manaus.

Providenciando 20 cilindros de 50 litros de oxigênio pra distribuir nas unidades mais urgentes em Manaus! Alô, meus amigos artistas! Na hora de fazer show é tão bom quando o público nos recebe com carinho né, vamos retribuir?“, escreveu Whindersson no Twitter.

Além de cobrar os demais artistas, Whindersson aproveitou para divulgar os dados das instituições que estão recebendo doações para providenciar oxigênio para a rede pública da cidade. Fãs dos artistas agradeceram a ajuda nas redes sociais.

Depois do apelo mais alguns famosos já se uniram à causa, como Marília Mendonça, Wesley Safadão, Thyane, Richarlison, Tata Wernek, Paulo Coelho, Luciano Huck, Luan Santana, entre outros.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, orientou que sua diplomacia atendesse ao pedido do governo do Amazonas para liberar uma carga de oxigênio hospitalar da White Martins produzida no país. O chanceler chavista, Jorge Arreaza, disse que conversou com o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), após o sistema público entrar em colapso no Estado.

Empresas privadas também se movimentam para ajudar. A regional da Moto Honda da Amazônia disse, em nota, que doou 14 cilindros. A Whirlpool formalizou a doação de mais de 3 mil metros cúbicos de oxigênio.

Fonte/Créditos: Exame.

Créditos Imagem de capa: Petit Abel.

  •  
  •  
  •  
  •