circle-loader
Escrito por
414

Ana Maria Braga está processando os artistas Antonio Marcos Costa de Lima e Renato Aparecido dos Santos, que foram os responsáveis pela confecção do boneco Louro José.

A apresentadora alega que ela e seu ex-marido, Carlos Madrulha, foram os responsáveis pela criação do Louro José, que foi batizado a partir do filho dos dois e inspirado em um papagaio de verdade que vivia com eles. Apesar do processo ter sido aberto em 2012, só agora que começou a se encaminhar, seis anos depois. Ela está pedindo uma indenização de R$ 650 mil e o julgamento acontece hoje, terça-feira (16).

O processo está bem acirrado já que Ana Maria alega que ela e Madrulha são os criadores, pois conceberam as cores, o visual, a voz e a personalidade do Louro, enquanto Lima e Santos dizem que eles devem ter os direitos, já que confeccionaram o boneco.

O personagem Louro José surgiu em 1997, quando Ana Maria Braga ainda apresentava o programa Note e Anote, na Rede Record. Ele foi criado porque a apresentadora precisava de um parceiro na bancada do matutino e depois de testes, o ator Tom Veiga foi contratado para manipular o boneco e dar voz a ele, ficando até hoje.