A importância de apostar em SEO em 2022

Por Alana Santos

A pandemia marcou estes últimos dois anos, alterando a forma como vivemos, e também a dinâmica económica mundial. O mundo que já caminhava para a digitalização foi obrigado a acelerar o ritmo de mudança. Apostar numa estratégia forte de marketing digital é um fator-chave para se obter sucesso online. É nesse sentido que o SEO (sigla que significa “Search Engine Optimization”, numa tradução direta: otimização para os motores de busca) ganha um papel cada vez mais relevante.

O SEO é essencial para garantir que um site alcança um melhor posicionamento nas páginas de resultados dos motores de busca. Ou seja, é através do SEO que uma empresa consegue obter melhor visibilidade sempre que é feita uma pesquisa relevante para a sua área de atividade, num motor de busca como o Google.

Porque deve ter uma estratégia sólida de SEO

É comum pensar-se no SEO como uma atividade de teor técnico, mas na verdade, as estratégias de maior sucesso conseguem combinar a eficácia técnica com a criatividade.

A componente técnica não deixa de ser essencial, pois é a porta de entrada para os resultados que se pretendem alcançar. Os sites devem respeitar as melhores práticas de SEO e também devem aderir aos requisitos modernos da construção web. Só assim estarão em condições de alcançar uma melhor visibilidade e de manter o tráfego.

Porém, a melhoria técnica não é suficiente. A componente criativa não pode ser descurada, já que é fundamental para tornar um determinado site relevante para as pesquisas realizadas pelos utilizadores.

Considerando que o SEO se foca no aumento da visibilidade online, deve ser considerado como uma parte fundamental da sua estratégia de marketing digital. Mas como pode garantir que o seu site segue as melhores práticas de SEO?

Apostar numa equipa interna ou contratar uma agência

 Sendo o SEO algo tão importante, será que compensa mais criar uma equipa interna ou contratar uma agência de SEO? Esta é uma pergunta complexa, já que a resposta mais adequada depende de vários fatores, como a dimensão e a capacidade económica da empresa, os seus objetivos e a importância dos canais digitais para o seu volume de negócios.

Comecemos por analisar o que é necessário para criar uma equipa interna de SEO: para arrancar com uma equipa deste tipo há duas possibilidades: contratar profissionais já qualificados ou encontrar uma forma de treinar e especializar atuais funcionários. 

Contratar profissionais de SEO é uma tarefa complexa, já que se trata de um cargo bastante especializado. Além disso, é necessário assegurar um salário competitivo e pagar todos os impostos e contribuições legalmente exigíveis.

Por outro lado, garantir que atuais funcionários recebem um treino adequado não é muito simples e pode ficar igualmente dispendioso. Existe também a possibilidade de os funcionários saírem da empresa posteriormente, perdendo-se o investimento realizado na sua formação.

Assim, e se tivermos em consideração que o tecido empresarial português é sobretudo composto por micro e pequenas empresas, parece mais adequado contratar uma agência de SEO, em vez de se investirem somas consideráveis na constituição de uma equipa.

Adicionalmente, é importante frisar que o SEO está em constante evolução (por exemplo, 2021 foi um ano repleto de alterações e novidades, como pode ler neste artigo de resumo produzido pelo site especializado Search Engine Land). Uma agência de SEO composta por profissionais qualificados, constantemente envolvida em novos projetos, estará quase sempre mais qualificada para fazer face a essas alterações. E no mundo competitivo do SEO, é importante ter a capacidade de reagir de forma rápida à evolução, adaptando e melhorando de forma continua os sites existentes.Contudo, qualquer que seja o caminho que escolha, o essencial é encarar o SEO como uma parte importante da estratégia de digitalização da sua empresa.