Budweiser recria seus anúncios dos anos 50 para os dias atuais

  Fillipe Luis março 13, 2019 às 11:40h

1950 foi a era de ouro da publicidade nos EUA. Essa década movimentou a comunicação mundial e tornou-se icônica por revolucionar o modo como um produto era vendido.

Inclusive é dessa época aqueles famosos anúncios com ilustrações de homens e mulheres em seus lares no melhor estilo american way of life.

O problema é que nesse período, a comunicação infelizmente ajudou a disseminar o machismo e a dominação do homem dentro dos lares americanos, que se tornou um reflexo no mundo todo.

De frases como “Até uma mulher pode abrir isso?” até anúncios onde um homem bate em uma mulher ou a usa como tapete da sala. Pensando nisso, a Budweiser decidiu recriar seus anúncios da época.

Confira os cartazes modificados e atualizados para 2019:

1. Anúncio de 1956

O anúncio original falava que a mulher havia casado com “dois homens” porque o marido sempre tem um “eu interior” e que uma maneira de agradá-lo era com uma Budweiser. Na imagem, o marido chega de viagem enquanto ela espera com uma grinalda. Na recriação de 2019, o anúncio diz “Ela descobriu que tem tudo”. Esperando por ela, três amigas no bar. Afinal, nem tudo se resume a casamento.

2. Anúncio de 1958

Nesse caso, a frase foi mantida: “Onde há vida, há Bud”. A diferença crucial está na imagem.
Enquanto a vida com Budweiser nos anos 1950 era restrita ao homem (enquanto ele martela, a esposa serve a gelada), em 2019 a coisa é mais simples: o casal curte a cerveja junto.

3. Anúncio de 1962

Nessa recriação, a mulher que espera o marido em casa com o jantar pronto se transforma em uma mulher que é feliz, também, solteira. Uma cerveja para ela, uma comida chinesa delivery e um cachorro fofo.

Confira mais artigos sobre Publicidade.