7 filmes na Netflix para nós comunicólogos

Por Fillipe Luis

Anda sem saber o que ver na Netflix? São muitas opções e pode ser difícil decidir. Com esta lista que preparamos, você pode se preparar para a sua carreira no mundo da comunicação de pijamas em um sábado chuvoso, comendo pipoca no sofá.

1 – Amor sem escalas (Up in the Air)

publicitarios-criativos-01

“Amor sem escalas” é a história de Ryan Bingham (George Clooney), um executivo cujo trabalho é demitir outras pessoas. Ele passa a maior parte de seu tempo voando ao redor dos Estados Unidos demitindo funcionários para outras empresas.

É um bom filme para qualquer profissional ou estudante de marketing, uma vez que lida com questões de Recursos Humanos, habilidades de comunicação e problemas pessoais de um executivo. Ele também mostra como é importante olhar para o todo quando se pensa sobre a eficiência nos negócios.

 

2 – À procura da Felicidade (The Pursuit of Happiness)

publicitarios-criativos-02

À procura da Felicidade” é uma história verdadeira e um dos filmes mais motivacionais já feitos. É a história de Christopher Gardner (Will Smith), que tenta se erguer de uma situação financeira difícil para se tornar um corretor na bolsa de valores.

Em sua empreitada, Gardner cria estratégias de marketing alternativas para vender equipamentos médicos de baixa qualidade de porta em porta. Tudo isso enquanto cria seu filho sozinho e estagia em uma grande corretora de ações.

O filme ensina muito sobre vendas e também dá uma aula sobre a perseverança na carreira, dois ensinamentos importantes para o mundo do marketing.

 

3 – Rede de intrigas (Network)

publicitarios-criativos-03

Rede de intrigas” é um clássico da década de 1970, em que Howard Beale (Peter Finch) é um âncora de uma rede de televisão americana e é demitido pela baixa audiência de seu programa. Após anunciar que se suicidará no ar, os índices de audiência voltam a subir.

Trata-se de um filme sarcástico, com diálogos geniais, que expõem as hipocrisias do universo midiático e dos negócios. É muito à frente de seu tempo, por fazer previsões sobre a mídia moderna no século 21, tratando de reality shows antes de eles se tornarem moda no mundo inteiro.

“Rede de Intrigas” mostra muito bem sobre como o mundo do marketing e o jornalismo se juntaram cada vez mais, e levanta importantes questionamentos sobre a ética e os limites deste tipo de negócio.

 

4 – Wall Street: Poder e cobiça (Wall Street)

publicitarios-criativos-04

Wall Street: Poder e cobiça” é a história do jovem corretor da bolsa Buddy Fox (Charlie Sheen), que quer chegar ao topo com pressa.

É mais um exemplo que mostra as armadilhas do ambiente corporativo de alta competitividade. A vida de dinheiro fácil e rápido faz com que Fox questione seus motivos e valores, uma vez que entra em conflito com sua educação de classe média.

Um filme importante para qualquer estudante de marketing ou gestão que está entrando no mundo do marketing e sonha em crescer profissionalmente em um curto espaço de tempo.

 

5 – As mil palavras (A thousand words)

publicitarios-criativos-05

“As mil palavras” é uma comédia engraçada com Eddie Murphy no papel principal. Ele interpreta um executivo que consegue os melhores negócios por meio da oratória. Um feitiço, no entanto, faz com que ele tenha que economizar suas palavras, sob um custo altíssimo.

O filme mostra, de forma descontraída, que às vezes é necessário buscar abordagens pouco convencionais para os problemas e desafios no cotidiano do mundo do marketing.

 

6 – Kramer vs Kramer

publicitarios-criativos-06

Em “Kramer vs. Kramer“, Dustin Hoffman interpreta Ted Kramer, um publicitário que trabalha demais e cuja a obsessão com o seu trabalho lhe custa seu casamento.

É uma excelente reflexão para quem precisa lidar com a carreira de maneira mais equilibrada. E hoje em dia, quem não precisa?

 

7 – Antes só do que mal acompanhado (Planes, trains and automobiles)

publicitarios-criativos-07

Para terminar com bom humor, “Antes só do que mal acompanhado” mostra a conturbada relação entre o mal humorado publicitário Neal Page (Steven Martin) com o vendedor Del Griffith (John Candy).

Um filme estilo “Sessão da Tarde”, bom para ver com a família depois daquele almoço de domingo.