Polêmica com Carlos Martins faz perfil da Wizard no Twitter aparecer sem nome e capa

Por Alana Santos

Apesar da CPI da COVID atrair a atenção do público brasileiro, a investigação também tem causado algumas consequências negativas para as marcas. Um exemplo recente é a Wizard, que amanheceu hoje, dia 05, com a conta oficial da marca no Twitter, sem nome, foto e capa.

Entre os diversos depoentes da CPI, está Carlos Martins, conhecido popularmente como “Carlos Wizard”, fundador e ex-sócio da escola de idiomas Wizard (companhia que é administrada pela Pearson desde 2014) e que tem causado problemas para a empresa, mesmo não fazendo mais parte dela.

O motivo é a associação que o público vem fazendo da empresa sobre as ideias de seu fundador. Para tentar controlar um pouco, a marca vem ressaltando nas redes sociais que possui ideias diferentes de Carlos sobre a pandemia, e que ele não possui nenhuma ligações com a empresa no presente.

Além disso, eles deixam claro que Wizard não é um nome herdado do empresário, e sim o contrário, ondule passou a utilizar a palavra em seu nome e que ele continua usando, mesmo sendo sócio atualmente de uma rede concorrente.

Até o momento não houve um posicionamento sobre as atitudes que a marca pretende tomar sobre a situação.

Fonte/Créditos: AdNews.

  •  
  •  
  •  
  •