Criadores protestam contra a nova política de publicidade do YouTube

Por Alana Santos

Os YouTubers descobriram que os conteúdos mais antigos estão sendo restrito e/ou desmonetizado devido as novas regras de publicidade e conteúdo do Youtube.

Alguns criadores de vídeos estão protestando contra as mudanças e até pensando em deixar a plataforma.

De acordo com a Eurogamer, o YouTube introduziu uma nova política de publicidade em novembro de 2022, colocando mais restrições e desmonetizando certos vídeos com violência ou palavrões. Obviamente, qualquer tipo de violência no mundo real está sujeita a desmonetização ou remoção, dependendo do conteúdo exato, mas essa nova política também introduz restrições à violência em videogames.

Basicamente, se um vídeo apresenta palavrões ou violência sangrenta nos primeiros oito segundos do vídeo, ele não está qualificado para receber receita de anúncios. Além disso, a maioria dos palavrões agora é tratada igualmente, o que significa que a grande maioria das palavras duras. As únicas exceções são “hell” e “damn”, que podem ser usadas livremente. Este é um contrato com a política anterior, que classificava diferentes palavras em uma escala de leve a extrema.

Enquanto as novas mudanças relacionadas à monetização foram delineadas, o fato de os vídeos serem sinalizados independentemente da data de lançamento era novidade para muitos criadores. O YouTuber de jogos Daniel Cordren, da RTGame, contatou o suporte do YouTube para obter assistência, mas descobriu que isso resultou na restrição de mais vídeos, geralmente sem esclarecimentos.

Criadores como Penguinz0 também criticaram o YouTube pela falta de comunicação clara. Até o momento, o YouTube não comentou oficialmente sobre a controvérsia.

Texto de Grace Benfell para o GameSpot.

Foto/Capa: Depositphotos.