Você já ouviu falar no termo “logo responsivo”?

Nos últimos meses você deve ter ouvido diversas vezes o termo responsivo. Mas de fato você sabe o que realmente significa isso? Um layout responsivo pode se adaptar a qualquer tela, seja em celular, computador, tablet ou qualquer outro dispositivo mobile com acesso a internet.

Essa é uma definição que não é mais novidade e a sua importância no design de interfaces já foi mais do que comprovada. Porém alguma vez você já pensou nesse conceito aplicado aos logotipos?

Na hora de desenvolver a identidade visual de uma marca é preciso ter consistência

Com as novas possibilidades de aplicação de marca que o mundo digital trouxe consigo é preciso rever as formas de se trabalhar com a identidade, deixando de ser apenas os clássicos modelos verticais e modelos horizontais.

Agora é necessário compreender as diversas aplicações que uma marca pode ter para que transmitam a sua essência e sejam capazes de surpreender o seu consumidor. E

O designer de interações Joe Harrison criou um projeto no qual ele apresenta diferentes logotipos de marcas bem conhecidas que reduzem sua complexidade à medida que a janela do seu navegador diminui. Basicamente se o logotipo é reconhecível sem um determinado detalhe visual, então esse detalhe pode ser retirado.

Como a criação de variedades desta forma aumenta você aumenta o engajamento da marca, pois nos menores formatos o símbolo fica mais simples e com menos elementos auxiliando na leitura rápida do branding.

Mas como fazer para executar um bom projeto de logotipo responsivo?

Fazer a projeção de um logotipo responsivo não é somente a retirada de alguns elementos. É necessário pensar, planejar e principalmente testar diversas vezes. Veja alguns pontos que você deve levar em consideração ao projetar uma identidade visual com um logotipo responsivo.

Pontos de contato da marca

Pontos de contato são os locais em que o consumidor entra em contato com a sua marca. É importante você fazer um levantamento dos principais locais em que a marca será aplicada e entender a relevância dela para seu consumidor.

Imagine que você vai executar um logotipo para uma pequena loja em que o maior investimento de comunicação será em pintura de muros. É bom considerar um logotipo com menos efeitos, gradientes e cores que sejam mais baratas na compra do galão de tinta, como por exemplo a marca da Coca-Cola.

Teste de leitura do logotipo

O logotipo que você desenvolveu será aplicado em diferentes locais e com diversos materiais distintos. Faça alguns testes com a marca e veja como ele se comporta e se necessário, crie variações para que facilite o uso em algumas situações, afinal não será apenas você quem irá aplicar a marca nas peças do cliente. Veja abaixo alguns testes que você pode realizar:

  • Desfoque a marca: nem sempre seu cliente vai ter tempo de olhar o material e conseguir guardar na memória qual o logotipo que está ali. Ao desfocar você perceberá se o desenho ainda é perceptível ou se pode ser confundido com a marca de algum concorrente.
  • Diminua o tamanho: veja qual é o tamanho mínimo que a marca pode chegar e permanecer  perceptível. Teste variações, como por exemplo qual o tamanho mínimo com o slogan e sem o slogan.
  • Opacidade: baixe a opacidade da marca e avalie até que ponto ela permanece perceptível.


Pratique quantas vezes for necessário

Reconhecer o logotipo se torna mais fácil quando ele está na sua forma mais simples. Quando a marca já é famosa você está propenso a reconhecer qual é a empresa logo de cara. Comece treinando com marcas famosas e sempre se pergunte: se eu tirar este elemento, ainda parece com o logotipo da marca?

Faça um teste com os próximos projetos de identidade visual que você desenvolver, diminua o logotipo em diversos tamanhos e comece a retirar elementos para simplificar o seu logo para chegar até o tamanho mínimo possível. Essas variáveis da marca irão contribuir muito com seu projeto e permitirá que o consumidor tenha melhores interações e experiências com a sua identidade.

Gostou? deixe nos comentários se você já aplicou essa técnica em alguma marca que você desenvolveu.

Estudante de Sistemas de informação com 21 anos, descobri que todos temos um pouquinho de publicitário em nós. Amo livros, chocolate, séries, e é claro, café! Revisora e Instagrammer do grupo Publicitários Criativos.