Pugliesi perde contratos publicitários após dar festa durante a quarentena

Por Alana Santos

Um dos grandes assuntos de ontem, domingo, 26, foi a festa dada em casa pela modelo e influenciadora Gabriela Pugliesi.

Mesmo sendo uma atitude desencorajada durante essa época de pandemia que estamos passando devido ao novo Coronavírus, ela reuniu diversos amigos e ainda compartilhou todo o acontecido nos Stories.

Apesar de ter excluído as publicações, o tempo em que elas ficaram no ar foi o suficiente para o público ver e, a maioria, se revoltar com o acontecido. Veja abaixo um pouco do que foi postado:

Infelizmente para Pugliesi, a pequena reunião acabou custando mais caro que ela esperava. Com a atitude, além de perder diversos seguidores, ela ainda teve muitos contratos publicitários encerrados, já que nenhuma marca quer se associar a este tipo de atitude em meio a quarentena.

A repercussão foi ainda maior devido aos primeiros casos de Covid-19 terem sido em um casamento no qual ela estava presente, além dela mesma já ter sido contaminada (e curada), e de ter aparecido nos Stories dizendo coisas como “foda-se a vida”.

A Liv Up foi uma das primeiras a se posicionar sobre o assunto, seguida pelas marcas Hope, Kopenhagen, Baw, Rappi, Desinchá e Fazenda Futuro.

Ontem juntei meia dúzia de amigos aqui em casa. A gente pediu comida e bebeu. Eu postei, falei besteiras. Estou extremamente arrependida, mal comigo mesma. Fui irresponsável, imatura e mais uma vez queria pedir desculpas“, comentou.

Apesar do pedido de desculpas da influenciadora as marcas não irão voltar atrás e manterão a decisão de encerramento de contrato. Confira o pedido de desculpas:

Aqueles que estavam na festa também foram prejudicados, como é o caso da Mari Saad que também estava no local e perdeu o contrato com a Seara.