Dona da Vans compra Supreme por US$ 2,1 bilhões

Por Alana Santos

A VF Corp. empresa dona de marcas como Vans, Timberland e North Face, anunciou a compra da Supreme por US$ 2,1 bilhões.

A transação deve ser concluída até o final do ano, e é a maior aquisição da VF desde a compra da Timberland, em 2011, fechada por US$ 2,3 bilhões.

Nos últimos quatro anos estivemos em uma jornada para evoluir nosso portfólio para realmente alinhar com o que vimos do mercado e, mais importante, onde o consumidor vai. A Supreme se encaixa muito bem em nosso portfólio evoluído“, comentou o CEO da VF, Steve Rendle, em um comunicado oficial.

Até então, a Supreme pertencia ao Carlyle Group, detentora de 50% da marca, e a investidores, incluindo a Goode Partners.

O negócio acontece em um momento que o setor de vestuário foi bastante afetado pela pandemia de Covid-19, à medida que os consumidores têm preferido fazer outros tipos de compras, priorizando especialmente os chamados bens essenciais. Ainda assim, a Supreme continua sendo uma aquisição estratégica para a VF, especialmente por ser uma marca cultuada entre jovens da geração Y e Z.

Com o anúncio da negociação, as ações da VF subiram 8,3% na manhã desta segunda-feira, 09/11. A Supreme irá se beneficiar da escala, presença internacional e cadeia de suprimentos da VF. Com as raízes da Supreme na cultura do skate, ele se alinha com outras marcas baseadas em atividades da VF.

Essa parceria manterá nossa cultura e independência únicas, ao mesmo tempo que nos permitirá crescer no mesmo caminho que temos seguido desde 1994“, disse Jebbia em um comunicado.

A VF planeja aprender mais com o modelo da Supreme, que depende do lançamento semanal de novos produtos e colaborações frequentes. A Supreme se juntou à Vans pela primeira vez em 1996 e continuará a trabalhar com marcas que não sejam da VF.

Fonte/Créditos: B9.