Recapitulando a estação das maravilhas do Atlético Mineiro

Por Alana Santos

A temporada 2022 já pode estar em andamento, com as Ligas Estaduais em pleno andamento, assim como a primeira rodada da Copa do Brasil, que começa esta semana.

Em abril, o principal evento – o Brasileirão Série A – começa e o Atlético Mineiro procura defender sua coroa. O clube de Belo Horizonte conquistou seu segundo título, pondo um fim a uma seca de 50 anos, e enquanto os torcedores verificam as chances de jogos de amanhã apostas, vamos dar uma olhada em como o Galo garantiu um triplo doméstico memorável.

Brasileirão Série A

O Atlético nomeou Cuca como chefe na pré-temporada, e ele guiou o clube ao sucesso – embora não tenha sido o melhor dos começos para o clube. Começou com uma derrota no dia de abertura contra Fortaleza, em casa – e apesar de ter conquistado três vitórias no salto, seguiu-se um empate e duas derrotas, deixando o Galo em oitavo lugar na tabela – e apenas se classificando para a Copa Libertadores.

O que se seguiu foi uma corrida notável de 18 campeonatos sem derrota – começando com a demolição do Atlético Goianiense por 4-1. O maior choque veio na rodada 24, quando o time do Cuca caiu mais pontos contra o Chapecoense, mas permaneceu no topo da Série A. E foi lá que o restante da campanha ficou. 

Uma série de cinco vitórias consecutivas ajudou sua causa, pois fortaleceram seu lugar no topo da tabela. Sua temporada foi encerrada com duas partidas de sobra – uma vitória por 3×2 sobre a Bahia garantindo as coisas – embora não tenha sido fácil. Os anfitriões tinham uma vantagem de dois gols, faltando pouco mais de 25 minutos, mas três gols em cinco minutos viraram o empate de cabeça. Hulk tirou um de fora, antes que um duplo Keno garantisse o título do campeonato. E apesar de uma derrota no último dia – 4-3 contra o já rebaixado Grêmio – a maldição dos 50 anos foi quebrada.

Campeonato Mineiro

O campeonato da Liga Estadual não é muito competitivo, e o Atlético detém o recorde de mais títulos – com 46. Eles conseguiram vitórias consecutivas no ano passado, sob a orientação do Cuca, com uma exibição bastante dominante.

Na fase inicial do torneio, apenas duas derrotas levaram o Atlético ao topo da tabela com 27 pontos – terminando com cinco pontos de vantagem sobre seus adversários mais próximos, e o maior rival, América Mineiro. Na fase de mata-mata, eles garantiram uma vitória agregada de 4-1 sobre o Tombense, antes de enfrentar novamente o América na final. Um caso drabônico, que foi 0-0 após duas pernas, o Atlético foi coroado campeão com base em seu desempenho durante a etapa de round robin.

Será que eles podem fazer disso um hat-trick dos títulos da Liga Estadual? O Galo está atualmente em segundo lugar na tabela com quatro jogos restantes. Descubra o Betfair Exchange simulador para as últimas probabilidades.

Copa do Brasil

Ao participarem do torneio na terceira rodada, seus primeiros adversários foram os Remo da terceira divisão do futebol brasileiro. Uma vitória bastante abrangente sobre as duas pernas viu o Atlético enfrentar a Bahia nas oitavas-de-final. Mais uma vez, uma exibição dominante na primeira partida garantiu seu caminho para as quartas de final, onde o Fluminense foi o adversário. Depois de uma estreita vantagem de 2-1 na primeira partida, o Galo ampliou sua vantagem no jogo de volta, e consequentemente avançou para a semifinal. 

Jogando com a equipe mais baixa de Fortaleza, o Atlético correu em motim. Quatro gols de quatro goleadores diferentes fizeram o Galo marchar para a vitória em casa, antes de Diego Costa e Hulk marcarem ambos os gols marcados em uma vitória por 2×1 na partida de ida. E foi uma história semelhante na final – contra o Athletico Paranaense. Hulk somou a sua contagem em ambas as partidas finais, levando seu total para oito gols e terminando como o artilheiro.

O Atlético ganhou sua segunda Copa do Brasil – somando ao seu sucesso em 2014.

Sem esquecer que a Galo já tem talheres de prata este ano – ganhando a Supercopa do Brasil, no início desta semana. A partida na Arena Pantanal foi até os pênaltis – com outro gol de Hulk, que também converteu da vaga durante os pênaltis – para derrotar o Flamengo 8-7, depois de um empate em 2-2 no tempo regulamentar.