Os logos mais caros da história

Por Pedro Renan

Quando uma empresa decide criar ou redesenhar sua identidade visual, a primeira coisa a se pensar é o orçamento necessário para a criação do mesmo.

Confira algumas marcas que desembolsaram uma grana alta para ter a marca que tem hoje:

NeXT
Valor pago: 100 mil dólares.

 

A NeXT, ou NeXT Computer, fundada em 1985 por Steve Jobs, tem seu logo como parte da história e está na lista dos projetos mais caros. A encomenda foi solicitada ao famoso designer Paul Rand, criador dos logos da IBM, UPS, ABC, entre outros. Paul recebeu o valor de 100 mil dólares pela elaboração da identidade visual para a marca.

 

Olimpíadas de Londres 2012
Valor pago: 625 mil dólares.



Agência londrina Wolff Ollins desenhou o logo em 2007, o logo dos Jogos Olímpicos de Londres causou ~polêmica~. Teve gente que viu a suástica, pessoas em ato sexual e até a palavra “ZOR”. E você, gostou?

 

Pepsi
Valor pago: 1 milhão de dólares.

 

Diferentemente da Coca-Cola, seu logotipo já passou por inúmeros redesenhos. Mas foi em 2008 que a marca decidiu investir mais uma vez na modificação de seu símbolo. Contratou a famosa agência Arnell Group, que pediu um valor milionário, não só para a elaboração do projeto mas também para sua aplicação: modificação de embalagens de produtos, publicidade e arquitetura comercial.

 

BBC
Valor pago: 1,8 milhão de dólares.

 

A BBC é uma das emissoras de televisão mais poderosas na Inglaterra. Seu último redesenho foi realizado em 1997 por Michael Peters. O designer britânico queria um logotipo marcante, memorável e que fosse eficiente nos diferentes formatos da emissora (televisão, internet, impressos). Mas será que ele pretendia ter esse valor também?

 

British Petroleum
Valor pago: 211 milhões de dólares.

 

A British Petroleum possui sede no Reino Unido e é uma das empresa mais influentes no setor de energia (petróleo e gás). Seu faturamento corresponde a mais de 300 bilhões de dólares. No ano 2000 a BP decidiu investir no redesenho de seu logotipo e a nova criação, conhecido como “Helios” (deus do Sol na Grécia Antiga) foi a solução encontrada pelos designers para representar a BP.

Lembrando que esses investimentos não foram pagos apenas para o desenvolvimento do símbolo, mas sim de toda a aplicação, desde papel timbrado às instalações dos produtos nos pontos de venda.