MGM apresenta seu novo logo com leão em CGI

Por Alana Santos

Enquanto a maioria das marcas estão apresentando suas novas identidades visuais seguindo a tendência minimalista, o estúdio clássico de cinema Metro Goldwyn Mayer (mais conhecido como MGM) está tentando resistir a isso.

A MGM revelou seu novo logotipo e decidiu mostrar seu compromisso com o design art déco dourado que define a marca desde 1924.

O estúdio apresentou a nova marca esta semana, marcando sua primeira mudança de logotipo desde 2012. É uma versão mais polida da amada abertura, com mais vividez e detalhes adicionados aos elementos metálicos do emblema para uma identidade visual “que vale seu peso em ouro”. Porém, o detalhe mais marcante é que agora o rosto de Leo (nome do leão que aparece) é um modelo em CGI.

Confira abaixo um vídeo que mostra a evolução do logo com o decorrer dos anos:

O Leão utilizado pelo estúdio já foi interpretado por sete animais reais, e pode-se dizer que quase todos representaram uma nova era no cinema. Slats, o primeiro leão, foi o rosto dos primeiros filmes mudos da MGM; seu reinado foi seguido por Jackie, o primeiro leão da MGM que rugiu e apareceu em cores. O leão mais recente se chamava Leo, e sua presença existe desde 1957.

O modelo mais recente é um avatar CGI de seu antecessor, um movimento adequado para esses tempos virtuais e uma ótima notícia para os ativistas dos direitos dos animais.

O estúdio também revelou um monograma novo e brilhante, que incorpora o texto “Metro Goldwyn Mayer” encontrado na abertura do leão.

Em suas mensagens promocionais, a MGM Studios também tem utilizado o slogan “Art for Art’s Sake”, versão em inglês da frase em latim “Ars Gratia Artis”, que originalmente aparece escrito na fita presente no logo da empresa.

  •  
  •  
  •  
  •