Inteligência artificial: como é usada na publicidade

Por Alana Santos

Pode parecer futurista mas nem é tanto assim. A inteligência artificial está mesmo sendo usada e seus usos são feitos em empresas, no seu cassino online e até na publicidade. Saiba como.

O mundo mudou tão depressa que muitas pessoas nem notaram que a inteligência artificial está aí e está sendo usada em diversos setores.

O seu uso está sendo feito de variadas formas e a evolução das tecnologias tem feito com que, cada vez mais, os softwares e dispositivos consigam realmente imitar a inteligência humana, de uma forma sem precedentes.

Os meios mais conhecidos são, claro, os videogames ou as redes sociais mas, ainda assim, muitas outras formas de usar essa tecnologia se têm manifestado e o mundo dos publicitários é um dos que vem mudando com a introdução desse novo tipo de dispositivo e ferramenta.

A melhoria da interação com o público é algo que já utiliza muito esse recurso. Venha saber como isso pode acontecer quando inteligência artificial e publicidade se aliam.

Fotos de stock gratuitas de adentro, análisis, artilugio, autónomo

1. Buscadores online

As ferramentas de buscas que você utiliza online já são o que podemos chamar de inteligência artificial.

O Google, por exemplo, está usando um sistema chamado RankBrain, que permite conhecer melhor os usuários e orientar as pesquisas para seus gostos, de forma a localizar e facilitar suas buscas. 

2. Campanhas programadas

Sabe quando surge um anúncio de algo que você estava precisando ou pesquisou recentemente online?

Isso acontece porque os algoritmos de inteligência artificial se baseiam em seu caminho digital para determinar quais são seus gostos e necessidades, escolhendo os produtos a mostrar com base em suas preferências.

3. IA e a classificação de usuários

Também no mundo da publicidade, a inteligência artificial está servindo para avaliar bandos de dados que ajudam na classificação dos clientes em grupos para determinar seus comportamentos e preferências, permitindo um marketing mais orientado para estes.

Dessa forma, algumas estratégias, como o email marketing, por exemplo, poderão ser melhor orientados para os interesses do consumidor.

4. Personalização de produtos

Também os produtos sugeridos, principalmente aqueles que envolvem customização, como mockups, estão se baseando cada vez mais na tecnologia de inteligência artificial.

Por exemplo: uma camiseta que indique “as melhores pessoas nasceram no ano X” poderá aparecer a cada consumidor com o ano de seu aniversário. Isso acontece porque essas tecnologias recolhem essa informação na hora de criar a sugestão do print.

5. IA nos preços dinâmicos

A inteligência artificial também avalia os recursos dos consumidores e o quanto eles estão, em dado momento, dispostos a pagar po rum produto.
Dessa forma, você pode notar que existem alterações frequentes nos preços de alguns produtos. Essa dinâmica é criada com base no interesse e no que os consumidores pretendem pagar por ele.

Dessa forma, com base em ferramentas de inteligência artificial, o papel do publicitário se torna mais simples, já que pode contar com uma análise informática mas que segue a linha de pensamento humano e tomar decisões com base em sua análise.