“Empoderamento feminino” é apenas um clichê constrangedor, diz Washington Olivetto

Por Fillipe Luis

“Pensar fora da caixa”, “quebrar paradigmas”, “desconstruir” ou “empoderamento feminino” são apenas clichês constrangedores criados de tempos em tempos pela publicidade segundo Washington Olivetto.

Presidente da agência W/McCann, eleito duas vezes “Publicitário do Século” pela Associação Latino-Americana de Agências de Publicidade e ganhador de mais de 50 Leões no Festival de Publicidade de Cannes, vê sua área cada vez mais pressionada pelos consumidores e pelo politicamente correto, “que muitas vezes é bem-educado, mas é chato”.

Em entrevista à BBC Brasil, Olivetto conta como a maior participação do público transformou o monólogo da publicidade em diálogo, mas afirma que a interação tem limite. “O consumidor pode e deve dar palpite, mas a principal função dele é consumir. Quero saber da opinião dele? Claro! Mas se a opinião dele for estapafúrdia e mais cinco estapafúrdios quiserem (o mesmo) não vou abrir mão das convicções da boa persuasão.”

Ele também explica por que “Porsche é melhor do que mulher que, diga-se de passagem, é excelente”. Mas para descobrir os motivos é preciso ler a entrevista até o fim.

Clique aqui para acompanhar e a entrevista completa no site da BBC.

  • 1.3K
  • 1
  •  
  •