Dicas para criar o logo perfeito para sua empresa

Por Alana Santos

Para criar o logo perfeito para sua empresa, é preciso se atentar a alguns elementos. Afinal, ele tem que representar a identidade do seu negócio. Saiba mais!

A identidade de uma empresa é um dos elementos que dão o suporte e geram o reconhecimento no mercado, além do reconhecimento do público. Para que isso aconteça, é essencial que a marca seja coerente com o segmento e alinhada com os propósitos da empresa.

Se torna necessário ter uma forma de externalizar a missão, valores e outros aspectos de forma rápida e visual para seu público. A principal solução encontrada é a criação do logotipo.

O logotipo é a identidade da empresa, é a impressão digital da marca. Nele, a empresa toda está representada. E o que muitas pessoas não sabem é que a criação do logotipo exige muita pesquisa, design da arte com princípios da psicologia, que envolvem cor, conceito, composição e semiótica.

Logo, logotipo ou logomarca?

Do grego, “logo” quer dizer “significado”. O logo então é o símbolo gráfico que irá representar a empresa, enquanto logotipo é a parte textual do logo, seja o nome da marca e/ou slogans utilizados. Já “logomarca” é um termo utilizado de forma errada, pois “marka” proveniente do idioma germânico, também quer dizer “significado”.

Os elementos do logo também podem receber os seguintes termos:

  •  Isotipo: o símbolo gráfico por si só;
  •  Imagotipo: a junção do logotipo com o isotipo, ou seja, texto e símbolo gráfico;
  •  Isologo: quando o símbolo gráfico e o texto só são significativos se estiverem juntos.

Afinal, qual o termo correto? Para o uso no dia-a-dia, o termo “logo” é aceito para representar a identidade visual da marca.

Como criar um logo perfeito para sua empresa

1. Faça uma pesquisa completa

O principal passo da criação do logo é a pesquisa. Pesquise seus concorrentes, analise os elementos usados nos logos, cores utilizadas e pense em uma forma em que seu logo se destaque dos demais, sendo mais objetivo e atrativo.

Analise referências também em outros setores, os logos que te chamam mais atenção, analisando quais os elementos usados, as fontes e as cores.

Além disso, pesquise e elabore a sua persona, ou seja, uma pessoa fictícia que represente seu público alvo, e verifique as marcas que sua persona mais se identifica. Analise os logos destas marcas e verifique elementos em comum, cores ou estilos.

Pesquise também as tendências. O design está sempre em evolução e modificação. O que era moda nos logos dos anos 90, hoje já está totalmente ultrapassado e em 10 anos pode mudar novamente. Existem sites específicos para inspiração somente de logos, bem como as redes sociais para buscar inspirações dos logos atuais.

2. Conceito do logo

Criar o conceito do logo nada mais é que determinar qual a ideia que seu logo irá transmitir por meio das formas e cores. Traga a personalidade da sua marca, os diferenciais, valores e missão para criar um logo único e chamativo.

3. Busque elementos para compor seu logo

Com o advento da internet é possível encontrar diversos elementos gráficos, e até logotipos prontos, para download. Existem sites que oferecem pacotes de elementos gráficos em formato de pasta compactada para baixar. 

Neste caso, você precisará de um software para descompactar os arquivos, como Winrar. Você pode baixar o Winrar neste site. Para quem não tem muita experiência em design, baixar elementos prontos para compor o logo pode trazer mais praticidade na hora de criar o design completo. 

4. Utilize as cores corretas

As cores têm significado, de acordo com a psicologia, e as grandes marcas utilizam disso ao seu favor. Não é à toa que o logo do McDonald ‘s é amarelo. Amarelo traz estímulo e pode estimular o apetite, além de trazer alegria.

Pensar nas cores do seu logo é pensar no sentimento e ideia que você quer transmitir. O preto, por exemplo, transmite poder, sofisticação, atemporalidade, sendo usado em grandes marcas como a Nike e a Apple. O vermelho transmite energia, dinamismo e paixão, sendo muito utilizado em marcas alimentícias, como a Coca-Cola, ou marcas de automóveis.

5. Considere a tipografia

Além do símbolo, a grafia das palavras que estarão em seu logo é muito importante. Cada estilo de fonte tem uma intenção, podendo passar uma mensagem errada ao público se escolhidas de forma equivocada. A tipografia também irá auxiliar a entregar a mensagem da empresa ao público.

Existem 3 tipos mais usados de fontes em logos: 

  • As fontes serifadas, que tem como objetivo guiar a leitura na palavra, não permitindo que leia as letras separadamente; 
  • Não serifadas, muito utilizada em títulos e anúncios, chamam atenção inicial para as palavras separadamente; 
  • Manuscritas, que simulam a escrita à mão, trazendo a impressão de classe, elegância e cuidado.

Seguindo essas dicas você poderá criar o logo perfeito para sua empresa. Lembre-se de que, por mais que pareça ser um processo que exige muita reflexão e análise, ao realizar pesquisas você pode se inspirar e criar um logo perfeito. Aposte na adaptabilidade!

  •  
  •  
  •  
  •