Bitcoin: Veja curiosidades sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

Por Alana Santos

Descubra alguns dos principais fatos relacionados à rainha das criptomoedas, o Bitcoin.

As criptomoedas têm cada vez mais destaque na mídia em todo o mundo, com grandes expectativas, mesmo em tempos de revés no mercado. As diversas curiosidades sobre bitcoin chamam a atenção de investidores e especuladores de todo o mundo, seja para investimentos ou mesmo para ter acesso a um serviço, visto que o bitcoin é ou já foi (em algum momento) aceito oficialmente como forma de pagamento por várias empresas de ramos diferentes, entre elas a Amazon, Steam ou até empresas como a NetBet apostas.

Apesar da curta história recente desses ativos digitais, existem curiosidades suficientes a serem consideradas, desde a própria operacionalização da criptomoeda até os bens e serviços que ela conseguiu comprar. Continue lendo para saber as curiosidades sobre bitcoin.

Criador desconhecido

O criador do bitcoin se chama Satoshi Nakamoto. No entanto, esse cidadão não é uma pessoa em si, mas um pseudônimo. Não se sabe quem são seus criadores, nem mesmo o número de pessoas que desenvolveram a criptomoeda mais conhecida do mundo.

Em 2014, a revista Newsweek disse ter descoberto o verdadeiro criador da bitcoin. A informação gerou um alvoroço, mas acabou não sendo comprovada. Depois disso, surgiram outros nomes e até mesmo quem se prontificasse a ser o pai da moeda. Até agora, nada foi provado.

Bitcoin não foi a primeira criptomoeda criada

Bitcoin é a primeira criptomoeda que se tornou famosa. No entanto, não foi a primeira. A primeira, o DigiCash, foi criada por David Chaum e o primeiro pagamento eletrônico foi enviado em 1994. O cientista da computação publicou um artigo em 1982, colocando uma alternativa às transações eletrônicas. A moeda já utilizava conceitos como assinaturas cegas e criptografia de chave pública para permitir o anonimato das transações. A empresa, no entanto, foi fechada no final dos anos 1990, pois não conseguia achar traders que aceitassem a moeda.

Bitcoins podem levar você ao espaço

Desde 2013, a empresa de voos espaciais Virgin Galactic aceita bitcoins como meio de pagamento. As viagens espaciais ainda não saíram do papel, mas os gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss, conhecidos pelo processo contra o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, garantiram seus lugares gastando alguns de seus bitcoins.

Número de moedas é limitado

O valor da criptomoeda é determinado pela oferta e demanda do mercado por elas. Sua oferta é limitada, com uma quantidade cada vez menor que pode ser minerada. As bitcoins são produzidas de forma descentralizada por milhares de computadores, mantidos por pessoas que “emprestam” a capacidade de suas máquinas para criar moedas e registrar todas as transações feitas.

Há, no entanto, um limite para a criação de novas moedas. O número máximo de bitcoins criadas, segundo as regras estabelecidas por Nakamoto, é de 21 milhões, isso porque a quantidade que pode ser minerada diminui tanto ao longo do tempo que, mesmo com mais de 18 milhões de bitcoins minerados no início do ano passado, o que representa mais de 85% do total, sua estabilidade só deve ocorrer em 2140.

  •  
  •  
  •  
  •