10 erros comuns cometidos por novos empreendedores

Por Alana Santos

Quando se esta começando algo novo é normal sentir aquele frio na barriga por medo de cometer alguns erros. Para coisas comuns do dia a dia já é necessário uma boa pesquisa. Imagine então quando estamos falando de uma quantia maior sendo investida?

Confira a lista com 10 erros comuns cometidos por novos empreendedores.

1 – Projetos não estruturados

Criar ideias complexas não é sinal de problema, o importante é você sempre focar se elas são viavéis e se sim como estrutura-las para que elas possam “sair do papel”. Uma boa dica para saber se sua ideia é viável e estrutura-la é se perguntar: Quais serão meus clientes? Qual será minha atividade chave? Qual o recurso chave? Que tipo de relação eu quero desenvolver com meu cliente? Qual será o segmento de mercado? Como eu irei divulgar meu projeto? De onde virá a renda necessária? Quais serão meus custos?

2 – Pensar somente no dinheiro

É claro que quando se inicia um projeto você irá automaticamente pensar no dinheiro que terá como retorno, porém este não pode ser o foco! Para iniciar um projeto precisa-se pensar em uma motivação mais sólida, já que algumas vezes o retorno não será imediato e se você só estiver focado no dinheiro, provavelmente, você irá se sentir desmotivado e não vai explorar as qualidades do seu projeto tanto quanto poderia.

3 – Não, o seu projeto não é o único no mundo

Outra coisa que pode atrapalhar seu projeto é pensar que só existe ele e nada mais é parecido com ele. Seu projeto pode sim ser inovador, mas existe uma grande chance de em algum lugar já ter alguém trabalhando em algo similar. Então ao desenvolver um projeto é importante ter em mente quem serão os seus concorrentes e como eles atuam no mercado. Deste modo você poderá se inspirar nos pontos positivos deles e aprimorar os negativos ao seu favor.

4 – Não testar corretamente

Assim como em diversas áreas, antes de lançar um produto ou projeto no mercado ele precisa passar por vários testes. Não adianta você testar o seu produto somente dentro da própria equipe, é preciso testa-lo com o público alvo. Como se diz: “Para o pai da criança o filho é sempre perfeito”. Tente criar uma lista com algumas pessoas que se encaixam no seu público alvo e testar a reação delas com o seu projeto. Estude como ela respondem, quais pontos mais gostaram e o que acharam que poderia melhorar, deste modo você poderá aprimorar seu produto antes de lança-lo ao mercado.

5 – Pensar somente em uma fase

Aqui aquela ideia do “viva o agora” definitivamente não se aplica. Você precisa pensar no seu projeto como um todo e estruturar cada processo levando em consideração os demais. Não olhar o processo como um todo pode fazer um projeto criar um livro cheio de cores para um público alvo que foi planejado para ser composto de deficientes visuais, por exemplo. Um livro cheio de cores é uma parte do processo excelente, assim como criar algo que tenha um público alvo de deficientes visuais também, porém os focos estão errados e seu projeto tem grandes chances de fracassar.

6 – Achar que você consegue fazer tudo sozinho(a)

Não adianta abraçar o mundo, em alguma fase do projeto você irá precisar de ajuda. Mesmo que o seu projeto não seja gigante é necessário a ajuda de outras pessoas, seja para te ajudar naquela fase que você travou ou simplesmente para te dar uma opinião sobre algo. Em algum momento você irá delegar a função para alguém, mantenha a mente aberta, não adianta pensar em querer fazer tudo sozinho(a) para não dividir os créditos com outras pessoas. Não delegar funções é o primeiro passo para o fracasso.

7 – Desconsiderar o governo

Este item não é um tópico absoluto, em alguns casos ele não irá se aplicar, porém é sempre bom pesquisar se o seu projeto não estará sujeito a algum tipo de imposto ou lei. Cumprir estas normas é de suma importância para evitar problemas futuros.

8 – Não se planejar financeiramente

Como já foi falado em um dos tópicos, nem sempre o retorno financeiro será imediato, por isso é preciso criar um bom planejamento financeiro, saber no que será preciso investir e ter um “fundo reserva” para que você consiga manter seu projeto até que os lucros comecem a surgir.

9 – Mente fechada

Talvez este seja um dos tópicos mais importantes: Se você não manter sua mente aberta o seu projeto já esta fadado ao fracasso. Durante o processo inúmeras mudanças podem ocorrer, tanto na ideia base do projeto quanto em qualquer outra parte da estrutura dele. O público alvo pode ter que ser alterado, a ideia em si pode ter que sofrer alterações e se você não manter a mente aberta para estas mudanças estará dando “murro em ponta de faca” e irá sempre persistir no mesmo erro.

10- Não aceitar críticas

Para encerrar é bom lembrar que todos erramos, isso é uma lei da vida. O que vai te separar de um empreendedor de sucesso e um que não é bem sucedido é saber isto. Aceitar as críticas é fundamental. Claro que é importante ter um filtro, é necessário saber quais críticas são relevantes e quais não são e se aprimorar através daquelas construtivas.